Dilemas 

Fui fazer uma aula de kravmaga.. Porque eu nestas coisas do “kung ke foge” sou “ai ki ki dói”. 

E deparei me com um dilema durante uma simulação :

“estão na praia sentados na toalha a beber uma cerveja, e aparece alguém para vos agredir – fuck the beer…” 

Como assim, fuck the beer?!  Se é para ensinar a defender nos. Pelo menos façam no como deve ser, sem sacrifício de cerveja. 

O sol quando nasce é para todos 

Gosto de chegar à praia cedo, escolher o meu canto tranquilo, desfrutar da tranquilidade, é o meu momento . Momento esse que dura cerca de 10min até que de 5 em 5min aparece alguém para compor o areal, com vontade de fazer ouvir as suas conversas, esquecendo se dos limites que se deve deixar das toalhas alheias. Começa o desfile de areia e pingas de água. 

Carta de despedimento 

São muitos os que têm vontade, e poucos os que têm coragem. Apresentar a demissão, largar o que está garantido pela incerto, o desconhecido. 

É certo que para muito não se trata só de uma questão de coragem. Nem todos nos podemos dar a esse luxo, principalmente para os que têm pessoas dependentes e contas certas para pagar no final do mês. 

Mas uma coisa é certa, todos temos o direito de arriscar, dizer adeus quando não estamos satisfeitos e procurar algo melhor. Todos nós merecemos algo melhor!!! É verdade que as coisas podem não correr como eu quero , que o que me espera não seja um mar de rosas como eu desejo que seja, mas neste momento vou correr o risco. Saio da minha zona de conforto, de cabeça erguida e mente positiva, se tiver que cair, cairei, mas sei que pelo menos tentei. 

As aparências iludem.. 

Fui fazer a prova de esforço e obviamente que fui vestida a rigor. 

Chegou a minha vez, entrei no gabinete, tirei o casaco. A Sra disse “já vi que vai fazer uma hora de passadeira”,  “vêm equipada a rigor… “observando os meus belos abdominais 😂”.. E está em excelente forma física” 

Resultado : não aguentei nem 15minutos 😅