Meia maratona Setubal – Mais olhos que barriga

Há já muito tempo que os meus treinos no ginásio se resumem a 2 a 3 treinos por mês, os treinos de corrida são feitos ao domingo durante as provas. Ainda assim a  minha pessoa com esta preparação física  toda insiste em fazer provas de 21km. Não é por já o ter feito anteriormente sem treino e ter corrido razoavelmente bem  que posso continuar a faze-lo , até porque a idade não perdoa certo?!

Mas acabo sempre por me esquecer desse pequeno pormenor e ambicionar fazer sempre a prova grande, e obviamente que  isto tem tudo para correr mal. E foi a 2º vez que me vi obrigada a encurtar a distancia para a qual me inscrevi.

20180506_0957061093052137.jpg

Foi a falta de preparação, o calor e a desidratação . Ainda não tinha chegado ao 3º km e já estava em sofrimento, ainda assim insisti em seguir para a direita pelo caminho da meia maratona em vez de continuar em frente e ficar me pela corrida das famílias. Depois de mais uma longa subida percebi que não iria conseguir fazer os 21km, não valia a pena insistir para me sentir ainda mas frustrada, exclui então a parte das subidas e descidas da Arrábida e encurtei para a meta fazendo 1/4 de Maratona.

20180513_1643122004844019.jpg

 

 

Anúncios

Corrida e caminhada do Benfica

20180408_0938351778753054.jpg

Há muito que as provas que faço são a correr na prova principal (pelo menos enquanto me aguento a correr) , desta vez decidimos variar, e levar o sobrinho a fazer os seus primeiros 5km na caminhada do Benfica.

Fizemos alguns sprints de corrida, mas houve tempo para aproveitar o percurso e observar as pessoas. Coisa que raramente acontece na prova principal visto acabar por me concentrar mais no meu sofrimento e nos kms que ainda me faltam. Esta prova permitiu-me ver aquilo que me rodeia, as mães que levam os seus filhos pela mão ,  no carrinho e até ao colo , os companheiros de 4patas equipados devidamente a rigor , os amigos que vão juntos cada um com a camisola do seu clube, tudo com calma. Pareceu-me por momentos que a caminhada é muito mais animada que a corrida.

img-20180408-wa00361723314456.jpg

20180408_103528286829832.jpg

20180408_1156011624975510.jpg

20180408_1130341232484889.jpg

Peripécias desta rapariga

Estacionei o carro na zona azul, segui pelas portas automáticas, subi as escadas de madeira que terminavam em frente à fnac.
Fiz o que tinha a fazer e voltei.
Junto à fnac desci as escadas de madeira sai pelas portas automáticas e na zona azul nada de encontrar o meu carro.
Nunca tal me tinha acontecido,
por norma sou uma pessoa com bastante orientação.
Tinha a certeza de ter deixado o carro na zona azul na penúltima fila antes da parede entre outro carro e um poste. Mas nada de ver o raio do carro – “queres ver que em menos de 1h me roubaram o carro!!” .
Dou uma volta, na esperança, duas e começo a achar que estou maluca, desespero por momentos.
Tinha a certeza de ter estacionado na zona azul.
Volto a entrar pelas portas automáticas para perceber se há mais algum piso em baixo, não há, mas… Há um piso em cima.
Subo as escadas chego à zona azul e ao contrário do meu Tico e Teco o carro permanecia no mesmo lugar onde o deixei.

#Nao suporto

Homens que dançam muito bem, deixam me completamente desanimada.

7flyti0

Não é o facto de eles dançarem bem que eu não suporto, bem que os admito por isso, principalmente quando são avantajados em volume e mesmo assim conseguem ter um movimento sexy, o que me chateia mesmo é o facto de eu não ter nenhum jeito para a coisa, e acabar por fazer uma triste figura quando tempo participar numa aula de Zumba.

next-time-you-exercise-youll-better-than-you-were-today

 

O ultimo dia do ano

2017_gold_balloons_f1eb826c-1323-42ae-a483-e811e8c68545_grande

 

Aparentemente 2017 não foi entusiasmante o suficiente, pelo que no ultimo dia do ano, ao fim da tarde depois de um dia de trabalho (sim há quem trabalhe ao domingo) ,  apanhei juntamente com o Belinho em Lisboa um autocarro com destino ao Porto. Algo preparado já com antecedência. Depois da correria do trabalho para a estação sempre com medo de ter de ir a correr atrás do autocarro dado o curto espaço de tempo que dispunha, conseguimos tranquilamente sentar nos prontos para seguir viagem. A tranquilidade durou pouco tempo, demos por nos a caminho do Porto num autocarro que mais parecia a caminho de Espanha numa viagem de finalistas. Eu teria conseguido viver bem com isso, apesar de gostar do silencio e a criançada estar a fazer a habitual algazarra, não fosse o facto de ter de ficar parada 30 min a meio do percurso, e ser obrigada a sair do autocarro para uma revista da GNR por os meninos se terem lembrado de fumar tabaco de rir dentro do autocarro. Podia ter corrido  mal, podíamos ter ficado pelo caminho ou passar a passagem de ano dentro do autocarro por causa dessa brincadeira , conseguimos seguir viagem, chegamos a tempo de jantar ainda e 2017 e fazer a contagem decrescente para 2018.

 

img_20180101_005418_0301760121685.jpg

#hoje 

São 08h30 da  manhã círculo pela rua em passo apertado para tentar fugir do frio, mentalmente desejo encontrar um café onde possa levantar uma bebida quente para levar, quando dou de caras com dois corajosos numa esplanada de café a beber imperial.. Volto a repetir.. São 8h30,da manhã