Dilemas 

Fui fazer uma aula de kravmaga.. Porque eu nestas coisas do “kung ke foge” sou “ai ki ki dói”. 

E deparei me com um dilema durante uma simulação :

“estão na praia sentados na toalha a beber uma cerveja, e aparece alguém para vos agredir – fuck the beer…” 

Como assim, fuck the beer?!  Se é para ensinar a defender nos. Pelo menos façam no como deve ser, sem sacrifício de cerveja. 

Meia maratona Cascais 

Os antigos 20km de Cascais ganharam mais 1km e alguns metros e passaram a meia maratona. A 6 completada no meu currículo. 
Ando com uma relação de amor/ódio por esta distância. O ódio vem da má  prestação nas provas,  reflexo dos treinos que muitas das vezes ficam por cumprir. Não vale a pena mentir, ando a ser completamente controlada pela preguiça.  

Domingo não foi excepção, custou me a acordar, fiz ronha para me levantar, mas fui. Sou preguiçosa mas orgulhosa e tinha 21km para fazer. 

Começamos a subir, e eu até gosto de subidas (tirando aquelas de 5km nos trails) íamos a um bom ritmo, mas aos 3km eu já só me queria mandar para o chão, e ainda faltava tanto,tentei abrandar o ritmo,  começou me a doer o calcanhar e o gémeo, comecei a sentir uma bolha a formar se no dedo do pé, fui me abaixo psicológicamente (engraçado que isto têm tendência a acontecer nas provas montepio), parei, caminhei, e retornei. Foi preciso chegar aos 10km para entrar no espírito, só que aí tive de esperar por quem noutros tempos esperou por mim. Não fizemos o melhor tempo, mas também não fizemos o pior. Mas para quem aos 3km  queria desistir, ter chegado ao fim sem ter feito o pior tempo foi uma conquista. 

Trail Ourém 

O termo ultramaratona serve para identificar corridas a pé que tenham uma distância superior a 42.195 metros, que é a distância oficial da maratona.

Fonte : Wikipédia 

Fui desafiada no início do ano a participar no trail de Ourém. Na minha ingenuidade,  pensei que o convite seria para o trail médio de 21km, mas a minha amiga disse que à partida ia ao trail longo 42km. De forma pouco ponderada perdi a hesitação e disse, “Bora lá, vamos as duas”. Li o regulamento e vi que tinha 9horas para completar a distância.  Achei que seria atingível, mesmo fazendo a maior parte do percurso a andar (coisa que aconteceu com frequência nos trails, comigo ) à partida acabava dentro do tempo. 

Fui me mentalizado.  Questionando me por vezes se conseguiria.  Ouvindo ralhar por parte do rapaz,  que seria imprudente, que devia ir ao médico e bla bla bla. Apesar dos sermões, foi ele quem mais acreditou e quem mais me apoiou, acordou  super cedo a um domingo para me levar até à partida, e por mim esperar umas duras 7h40… Sim foi esse o tempo que demorei a completar não os 42km, mas os 44km do percurso. Um percurso onde os primeiros 20km pareceram fáceis até darmos com uma subida interminável com cerca de 5km, após os quais  desci,  mas por pouco tempo, ainda sem ter recuperado daquela subida já  estava novamente a subir, e essa foi para mim a parte mais difícil, física e psicológicamente. As pedras pareciam aumentar no decorrer do percurso e a descida que se seguiu não facilitou, e não me permitiu – por medo – recuperar o tempo perdido na subida. Entre corrida e caminhada lá cheguei ao fim, sem precisar de atalhar caminho como alguns, mas isso são outros quinhentos. 

Fui desafiada, desafiei me, cumpri e  Consegui!! Fiz 44km e sobrevivi para contar. 

 Contar e repetir!! 😁

Vamos à Zumba?!

Em modo dia dos namorados …
Numa tentativa de convencer o meu a vir comigo experimentar uma aula de zumba, andei a procura de vídeos para o tentar convencer.

E encontrei estes senhores, homens reais que se mexem melhor que eu…. Maan!!

E agora fui eu que fiquei com medo de ir experimentar… Tenho a certeza que não conseguiria fazer nem metade do que eles fizeram.

 

Eu podia ser uma pessoa normal..

Eu podia ser uma pessoa normal, e aproveitar o facto de entrar um pouco mais tarde do que o habitual para dormir um pouco mais . 

Mas não é isso que acontece..

Acordo à mesma hora e aproveito esse espaço temporal para ir treinar. 
Não é fácil,  confesso, a essas horas o cérebro ainda não têm capacidade de perceber aquilo que eu pretendo fazer com o corpo,  apesar de conseguir formular uma data de pretextos para não sair da cama.
E é nessa altura que mostramos quem manda… 😀