Porque é que o sol nunca brilha quando eu vou de férias?!

“Tento, Juro que tento imaginar bom tempo, passo protector solar e estendo o corpo…”
Para comer!

 

Quem me manda a mim tirar férias em Abril, mês de águas mil, num ano que faz questão de cumprir com o ditado.
O passeio de férias tornou se gastronómico, e do Porto, em vez de “uma corzinha de verão “, voltei com 3kg a mais. 1kg por cada deliciosa francesinha consumida. 😀

Who the fuck is Giles Coren?!

Eu não sei e não tenho qualquer interesse em saber quem é o senhor.

Mas ao que parece, não tendo ficado satisfeito com o que provou no Restaurante Taberna do Mercado em londres, acabou por falar mal de toda uma Gastronomia Portuguesa num espacinho, que pelo que dizem, têm no Jornal Times.

Para esse senhor apenas isto:

Caldo Verde

Fonte: Imagens Google

Sopa da Pedra

Fonte: Imagens Google

Francesinha

Carne de Porco à alentejana

Fonte: Imagens Google

Bacalhau à brás

Fonte: Imagens Google

Ameijoas a Bulhão Pato

Fonte: Imagens Google

Pasteis de Bacalhau

Fonte: Imagens Google

Arroz Doce

Fonte: Imagens Google

Pastel de nata

Fonte: Imagens Google

Esta é apenas uma pequenina amostra da nossa gastronomia.

Podia ficar aqui o dia todo a mostrar lhe uma enorme variedade de pratos de bacalhau, de enchidos, doces e muito mais que por cá fazemos e que o deixariam a “comer e chorar por mais”, mas duvido que mereça conhecer todos os deliciosos sabores que temos para oferecer.

Como evitar comer porcarias e ser bem sucedida

Na preparação super rápida de uma marmita para levar para o trabalho.

1º Aproveitar os restos de uns bifes.

2º Cortar uma cenoura às tiras , em vez de agarrar num pacote de batatas fritas

Por muito que queiramos evitar, vai acabar por nos dar aquela vontade de comer os bifes com umas batatas de pacote, por isso:

3º Esquecer o porta-moedas em casa, assim como qualquer moeda que pudesse estar perdida na carteira, evitando assim comprar o desejado pacote na maquina de snacks no trabalho.

* E no final até acaba por saber bem esta combinação esquisita *

ROUND 1 – Eu Vs Balança

 

Nunca fui adepta de dietas, talvez porque nunca me importei muito com o meu peso.

O meu problema com a balança começou na semana a seguir ao meu mestre me propor subir ao Ringue.

A pesagem lá em casa, por norma, é feita sempre em jejum, sendo o momento em que o corpo reune as mesmas condiçoes dos outros dias,  e tenho assim resultados mais realistas. O problema é que desconfio que a Balança lá  de casa é um pouco simpática ,e tem por habito marcar uns kgs a menos,  pelo que me decidi em deslocar-me a uma farmácia para ter a confirmação do peso. E eish que aparece o nº 61. 45kg

image

Cerca de 2kg a mais que me faz combater numa categoria de 65kg.

E o problema na categoria de pesos, não é só o de combater com uma possivel pessoa com mais 4kg do que eu, mas também a grande probabilidade, de uma adversaria com 65 kg ser mais alta que eu.

Então o objectivo é baixar dos 60kg, e tentar chegar aos 57kg, para poder ter uma margem de peso.

Informei logo em casa, que teria de evitar certas coisas.

E é neste momento em que penso em evitar, ao maximo, certo tipo de comidas , que o “fruto” proibido se torna o mais apetecido, e eish que de repente, só me apetece hamburgueres, Pizzas, gelados, crepes e Afins. Mas tento manter forte. E eish que, a Srª Minha mãe não me levando a sério, resolve fazer nessa mesma semana todo o tipo de comidas, doces e bolos. 

image

 Para ajudar ainda mais a desviar-me do “caminho correcto”veio a semana de férias ao Norte do pais, sem treino e com muita comida, claro está que o resultado não podia ser muito bom.

 

No Sábado seguinte às férias , e aproveitando a avaliação corporal gratuita, no 1º Aniversário Correr Lisboa /Treino Solidário , verifiquei os estragos das férias com os seguintes resultados.

image

Com um peso ligeiramente acima do que tinha antes das férias e com alguma gordura corporal a mais. porquê é que as francesinhas crepes, croissant e outros dos género são tão deliciosos?!?

Próximos dias que se seguiram foram, assim como os que se seguem serão, de algum contenção com a comida.

Não usando a palavra dieta – porque essa, se um dia a decidir fazer, será depois de uma consulta num nutricionista – mas sim a de contenção, sem grandes privações de alimentos, vou apenas tentar conter-me a comer certas coisas, e menores quantidades. Claro que o mais importante de tudo será o exercício, que terá de ser aumentado para queimar aquilo que eu não quero deixar de comer.

Vamos ver no que dá.

Round 2 – Em busca do melhor Hambúrguer de Lisboa

Depois de na semana passada termos experimentado o hambúrguer do Honorato, decidimos ir experimentar a concorrência do mesmo, na Hamburgueria do bairro, uma hamburgueria onde à semelhança do Honorato também a ementa se encontra desenhada em ardosia na parede.

Deslocamo-nos à Hamburgueria do Princepe Real, e a minha primeira impressão não foi de todo a melhor.

Espaço pequeno, que se encontrava cheio , foi necessário dar o nome para ficarmos na lista de espera para nos sentarmos a comer. E foi já sentados que me deu a esquezitice e já de má vontade convenci, e, resolvi com o belelinho a  irmos à Hamburgueria do bairro em São Bento.

image

Já sabendo o que queríamos, pedimos, um T3 para mim, e um caco para o belelinho.

Desta vez para que não tivesse surpresas pedi que o hambúrguer fosse bem passado.

E já com má vontade e má impressão do que tínhamos encontrado no Princepe real, a juntar ao tempo de espera, comecei a ver que o hambúrguer não me iria cair nada bem. Tivéssemos antes ido ao mac e pedido um CBO, que sendo mais barato já estava pronto a sair e a ser comido.

E eis que ele finalmente chega, juntamente com as batatas, acompanhadas daquele belo molho de alho.

image

image

Esquecendo as impressões anteriores- afinal o que conta é o hambúrguer – devo dizer que fiquei satisfeita com o hambúrguer.

Não é certamente algo maravilhosamente delicioso, mas é bastante razoável e agradável de se comer, tanto o meu T3, como o caco que o belelinho comeu, menos a dentada que eu dei 😛 .

Em busca do melhor hambúrguer de Lisboa

Este fim de semana resolvemos ir jantar a um sitio por muitos bem falado, um sítio que à muito andávamos para ir…

Tivemos alguma dificuldade em achar o sitio, mas lá acabamos por o encontrar. E foi então que entramos no Honorato do príncipe Real.

image

Muitos dizem é no Honorato que se encontram os melhores hambúrgueres de Lisboa. 
Não vou assinar por baixo, pelo simples facto de não ter experimentado todos os hambúrgueres de Lisboa,(embora tivesse imenso gosto em fazê-lo).

Com algumas propostas tentadoras escritas na ardósia da parede, optamos ambos por provar o hambúrguer com o nome da casa, o Honorato .

image

Assim que vi o hambúrguer comecei logo a pensar de que forma o ia comer.

O pânico baseou-se no hambúrguer que é ligeiramente grande em altura, tendo que ser apertado para se conseguir dar uma dentada em condições, mas está lá o ovo, que sendo apertado espalhada toda a sua gema.

Ultrapassado o problema e sem me ter sujado – ao contrário do belelinho – devo dizer que os senhores sabem de facto fazer hambúrgueres.

Mas atenção, embora tenha gostado,  não foi a perfeição,pois  o meu hambúrguer, que se encontrava mal passado, não o permitiu. Segundo a funcionária é assim que costuma ser servido.  Tendo em conta que penso não ser a única a não gostar de ver sangue na carne que como,  penso que seria bom – já que é assim que o hambúrguer é servido – avisar o cliente.. Mas enfim, as batatas caseiras acompanhadas pelo molho de alho delicio acabaram por compensar esse infeliz ponto negativo.

Um lugar agradável com um preço acessível, que sugere nova visita, mas desta vez com hambúrguer bem passado .

image

image

Rodízio de Pizza no Zeno

Ontem festejamos 23 meses de namoro e fomos almoçar Fora

A paparoca  foi  no zeno  no fórum Almada,  o belelindo já à algum tempo que tinha ficado de me levar lá, tendo gabando muito a lazanha.
image

A lasanha de facto é boa, mas o rodízio fica um pouco fora das expectativas.

Depois de ter experimentado outro tipo de rodízios não fiquei muito satisfeita por ter 6 variedades de pizza,  sendo que a variedade continha apenas queijo mais um ingrediente.

Já nem vale a pena falar da falta de uma variedade doce.

A nível de rodízio de pizza a classificação na minha opinião é …