Christmas is coming, Wish list#1

Então o Natal está quase a chegar e eu ainda não fiz a minha lista de desejos!?

Então cá vai.

Vou iniciar o meu pedido com uns pirosos destes todos iluminados.

Sei que já estou mais perto dos 30 do que dos 20 mas adoro, e já é socialmente aceite que os adultos andem com tenis luminosos certo?!

qq_20161010131454

À venda aqui

Anúncios

#Desejos consumistas – para os livros

Este é um dos objectos que os meus livros iriam adorar.

Fonte: artoridesign.com

Fonte: artoridesign.com

Criação de artoridesign

As do Super homem são as minhas preferidas (e até nem são muito caras face ao que imaginei) caso alguém me queira oferecer, fica a dica. 😛

Mas as estantes originais desta empresa não se ficam por aqui.

Há para os livros românticos

Fonte:artoridesign.com

Para os livros de acção

Fonte: artoridesign.com

Para os livros de cozinha

Fonte: artoridesign.com

Fonte: artoridesign.com

Para completar também aceito um destes marcadores, com preferência no “to be continued…”

Fonte: artoridesign.com

http://www.artoridesign.com/

Desejos consumistas – Asas que correm

Segundo parece vai ser a nova moda este Ano.

Asas para colocar nos tenis de corrida – ou noutros sapatos. Esqueçam lá o redbull

E apesar de um pouco pindéricas (admito) são muito giras, e os adultos também têm direito de as colocar nos seus sapatinhos.

Estas são também refletoras tornando-nos mais visivel nas corridas à noite.

Era mesmo isto que eu precisava para baixar o meu tempo nos 10km. 😀

O preço é que não é dos mais convidativos. Em portugal sei que está a venda no Bazzar Chiado por 11,90€ .

Quintas loucas

O freeport tem tido por hábito,  uma 5ª Louca todos os meses, onde as lojas aderentes têm descontos adicionais para além dos já existentes, a 5ª Louca é sempre na ultima Quinta Feira do mês Já tinha feito os planos para marcar presença esta quinta, tendo eu uns ténis prestes a fazer o seu pedido de reforma, estava com intenções de fazer uma/as novas aquisições a um preço acessível . Faltavam poucos minutos para as 10h e já havia espera para a abertura das lojas.  Sim é verdade eu também já lá estava antes das lojas abrirem,  mas apenas por gestão de tempo, tendo de estar em Lisboa ao 12h.  :p O meu desejo era de comprar uns Asics, e se tivesse sorte, e os mesmos fossem simpáticos com a minha carteira, talvez comprar um outro par, uma vez que ando a correr mais, e uns ténis extra neste caso não são de mais . A Asics foi então a primeira loja onde entrei, mas, os ténis que me agradavam estavam apenas disponíveis a partir do 41. Não tendo sentido empatia por outros modelos sai da loja de mãos a abanar. Seguiu se a adidas onde dei por mim a olhar para uns supernova a 29.90€, confesso que não me senti de todo atraída por eles, mas agarrei numa caixa com o meu numero que experimentei mais tarde, depois de ver o que mais havia disponível na loja. Não foi amor à primeira vista, não os achei atraentes visualmente , mas apaixonei-me assim que os calcei, parece estranho mas senti um conforto imediato, e vendo a sua beleza interior trouxe os comigo. image E até são giros. Com um par dentro do orçamento segui para a loja da Nike a fim de encontrar outro par para me acompanhar nas corridas. Muito rapidamente selecionei 2 caixas com 2pares diferentes, completamente diferentes, (a nível estético) um mais chamativo e feminino outro mais discreto. Indecisa calcei os dois, um em cada pé, e a primeira coisa que notei é que não eram tão confortáveis como os que já trazia no saco (Adidas), andei uns metros pela loja para se havia grandes diferenças – fora a estética – entre eles. Pareceram me iguais. E apesar de preto ser a minha cor preferida acabei neste caso por me render a uma cor chamativa.

Sobre o Espírito Natalício

Apodera se de nós juntamente com o frio…

Como boa portuguesa que sou deixei algumas prendas para serem compradas à última da hora ( embora todos os anos diga que é a última vez, volto sempre a repetir a proeza) .
E foi justamente na tentativa de comprar os presentes que me faltavam que o espírito Natalício se apoderou de mim…

Ao deparar me com algo deste género:

É impossível não entrar no espírito... De tentar espancar alguém até se perde o frio.