Carta de despedimento 

São muitos os que têm vontade, e poucos os que têm coragem. Apresentar a demissão, largar o que está garantido pela incerto, o desconhecido. 

É certo que para muito não se trata só de uma questão de coragem. Nem todos nos podemos dar a esse luxo, principalmente para os que têm pessoas dependentes e contas certas para pagar no final do mês. 

Mas uma coisa é certa, todos temos o direito de arriscar, dizer adeus quando não estamos satisfeitos e procurar algo melhor. Todos nós merecemos algo melhor!!! É verdade que as coisas podem não correr como eu quero , que o que me espera não seja um mar de rosas como eu desejo que seja, mas neste momento vou correr o risco. Saio da minha zona de conforto, de cabeça erguida e mente positiva, se tiver que cair, cairei, mas sei que pelo menos tentei. 

Anúncios

As vantagens de …

despachar o treino logo pela manhã ,antes do trabalho-ainda antes de o sol se levantar – para além das outra  vantagens que já referi aqui ao irmos correr de manhã não vamos abrandar o passo nem mesmo parar, porque o tempo é à justa para os km a fazer + Banho + pequeno almoço.

Porque chegar tarde ao trabalho e utilizar o facto de ter ido correr como desculpa certamente não irá resultar.

Fonte: imagens google

Procura se emprego e casa fora da cidade

Há uns dias desejava em ter um apartamento com varanda.

Hoje tudo o que quero é fugir desta cidade de caus.

Fugir do trânsito, das multidões, do barulho e da poluição. Refugiar me bem longe, numa casa isolada destas confusões da grande cidade,  e ter o meu pequeno terreno de felicidade .

Arranjar um trabalho onde as minhas chefias não sejam incompetentes, e saibam respeitar os seus trabalhadores e aproveitar a boa vontade dos mesmos sem abusos  Se calhar o melhor é arranjar o meu próprio mini negócio.  Dedicar me à agricultura –  numa atualização da expressão “vou mas é dedicar me à pesca –  sujar as mãos com terra mas ficar com o espírito limpo de stress e preocupações.

E correndo tudo bem,  tendo casa e um meio de sustento garantido, constituir aí família.  Um menino e uma menina a correr às gargalhadas pelo jardim da nossa casa….

Sim…

O que eu quero é uma casa longe da cidade.

Treino para amanhã

Amanhã vou acordar cedo e vou ao ginásio.
Vou tirar uma selfie no espelho da casa de banho (com pessoas a vestirem-se e a despirem-se atrás de mim) e vou partilha-la com as hashtag
#gostosa #Fit #hardwork #nopainnogain #doulheforte #contagemdecresceteparaoverao #darnoduro

Depois de partilhar a foto , dou por concluído o meu treino , e volto para casa.

Fonte : Pinterest

Atenção, isto é uma forma exagerada de eu criticar certas pessoas que parece que só vão ao ginásio para tirar fotos e passear – se calhar estou a ser injusta e a exagerar, e o pessoal até dá no duro.
Claro que têm toda a piada tirar uma foto alusiva ao esforço físico que fizemos, ou que nos preparamos para fazer. Serve como motivação e como forma de picarmos/desafiarmos aqueles nossos amigos que estão sempre a reclamar que estão em baixo de forma – culpa da genética claro – mas que se rendem ao comodismo do aquecimento do lar, e do conforto do sofá .
Convêm é fazer de facto alguma coisa depois da foto 😀

Descobrir que envelhecemos #2

Quando damos por nós a sair rapidamente de uma loja, porque achamos que a musica está excessivamente alta, e entramos noutra onde também os níveis de decibéis estão elevados.

Possivelmente não é velhice, é apenas sensibilidade excessiva.

Serei a única (ou das poucas) a achar que lojas como a berscka e pull mais parecem uma discoteca diurna??

Novo companheiro de treinos – a estreia

Hoje foi dia de treino,  e desta vez deixei o braçadeira e o telemóvel em casa e fui estrear, aquele que a partir de agora será o meu parceiro de treinos.

O objectivo hoje era fazer 5km (3.5km a um ritmo confortável + 1.5km a um ritmo mais rápido)

Depois de equipada coloquei o relógio o qual demorou cerca de um minuto para apanhar sinal – mas o tempo hoje estava nublado.
Sinal apanhado e dei início ao treino..
Lá vou eu muito bem, a colocar um pé à frente do outro, tentado ir a um ritmo calmo,  e vou olhando para o relógio, e ao fim de 6min reparo que algo não está bem.  Estou entre os 6 e 7 mint e a distância apresentada é de 0.5 – eu não posso estar a correr assim tão devagar – chego aos 10min e ainda não cheguei a 1.0,  começo a desesperar, a regar pragas ao relógio, chego até a pensar que possivelmente estou mesmo a correr muito devagar e estou com as distâncias mentais erradas.
Tenho por fim a esperança que a distância não me esteja a ser apresentada em kms – embora eu tenho uma vaga ideia de ter configurado para km.

E ao fim de 35min a distância de 3.23 é de 3.23milhas.  Afinal o relógio funciona e eu não estava assim tão lenta – estava à lentidão normal.

image

Fui logo à procura das opções e rapidamente mudei a medida para kms.  Actualizando de imediato o treino de 3.23mi para 5.2km.

Permissão para circular no corredor BUS – Srº António Costa ponha os olhos nisto

Em Janeiro deste ano entraram em vigor novas regras no código da estrada, entre elas a alteração do artigo 77.º

Artigo 77.º
Vias de trânsito reservadas

1 – Pode ser reservada a utilização de uma ou mais vias de trânsito ao trânsito de veículos de certas espécies ou a veículos afetos a determinados transportes, sendo proibida a sua utilização pelos condutores de quaisquer outros.

(..)

3 – Pode ser permitida em determinados casos a circulação nas vias referidas no n.º 1 por veículos de duas rodas, mediante deliberação da Câmara Municipal competente em razão do território.


O porto vai ser pioneiro nesta permissão e, a partir de 1 de Maio de 2014 os motociclos e ciclomotores vão poder circular (sem arriscarem apanhar multa) em corredores Bus no Porto. Numa fase inicial será permitido esta circulação, apenas, em 14 arterias do centro da cidade, mas prevê-se a permição para outras arterias caso os resultados sejam positivo.
 

“Esta medida poderá trazer vantagens em termos de redução do tempo de viagem, redução dos níveis de emissão de CO2, aumento de segurança para os motociclistas, incentivo à transferência modal do automóvel para o motociclo e, não menos importante, redução do tráfego automóvel”, conclui a autarquia.

Rui Moreira, Presidente da camera do porto.

Esta medida será acompanhada por um estudo da Universidade do Porto que irá avaliar todos os impactos positivos e negativos desta medida.

Srº António Costa, ponha os olhos nisto, dê alguma atenção tambem aos motociclistas da sua cidade e não só aos ciclistas.

Fonte:
Publico

Aquele sentimento que nos domina quando o colega que supostamente nos vinha render as 16h liga  a dizer que ainda não apanhou o autocarro, (por estarem estradas cortadas por causa da  manifestação.) É quase idêntico ao sentimento de chegar ao km 8 pensando que estamos a chegar ao km 9…perde se todas as forças que tínhamos guardado para o último minuto.

E ainda sem previsão de saída espero ainda sair à tempo para a night run.