Quem nunca…?!

Acordei cedo, fiz as tarefas pós acordar e sai de casa.

Dirigi me para o local onde costumo estacionar o carro, não o encontrei, voltei para trás não fosse o facto de ter apenas um olho meio aberto impedido de o visualizar. Andei mais um pouco. Com os olhos já bem abertos comecei a equacionar se não me teriam roubado o carro.

Comecei então a puxar pelas memorias do dia anterior, tinha ideia de ter deixado ficar ali o carro, puxei mais, ate que voltei para casa e percebi que afinal o carro tinha ficado à porta de casa.

Anúncios