Fiz 42km, mas não sinto que tenha feito uma maratona

Faz hoje uma semana .

Acordei ainda nem 5horas eram, sem grande entusiasmo. No caminho para Cascais cruzamos nos com com os jovens que estava a terminar a noite, o que me fez sentir por momentos um pouco de inveja.

Já em cascais, enquanto aguardávamos pela chegada de uma amiga, fomos abordados por um senhor, que aparentando ter tido uma noite carregada de alcool -pareceu me mais lúcido que nós- tendo-se deparando-se com uma multidão de pessoas vestidas com tshirts calções e ténis, nos questionou qual o motivo pelo qual nós fazíamos isso, pois ele nao conseguia perceber.

Realmente, o que é que leva uma pessoa normal a acordar de madrugada para apanhar comboio para cascais, para dai ir a correr ate ao guincho e voltar depois para trás em direcção ao terreiro do paço?!

Sem que tivéssemos esclarecido devidamente o Sr. seguimos caminho para a partida.

20171015_0734012097995898.jpg

8h ,é dado o tiro de partida e inicia-se a viagem.

Corri, corri, tentei aguentar, caminhei, voltei a correr, ganhei pica, perdi a pica, voltei a caminhar, depois do Estoril fiquei sozinha, arranjei forma de me distrair, liguei os phones, tirei fotos, tirei selfies, fui ultrapassada por um casal que levava um carrinho de bebé, voltei a correr, em Caxias ultrapassei 3 quenianos , incentivei uma pessoa a continuar, voltei a caminhar, fui incentivada a correr ,senti vergonha, voltei a correr, fiz telefonemas , desesperei com o calor, senti dores,  percebi que doía menos se corresse, cansei me de correr, aos 40km em santos tive abastecimento de cerveja que me soube pela vida, fiz os últimos 900 metros a correr ate á meta, cheguei antes das 6h (tempo máximo dado pela organização), tirei a foto da chegada, beijei o meu namorado,  mas já não tive direito a banana da madeira, nem ao gelado da olá. Tirei mais umas fotos, fui para casa, tomei banho, almocei e fui trabalhar .

Deveria ter me sido orgulhosa, radiante de felicidade apesar de todas as dores, sei que 42km nao é para todas à gente, mesmo intercalando com caminhada, mas o que sinto é um vazio, a falta de algo, e foi este o motivo pelo qual há duas semanas atrás pensei em adiar esta distancia, sabia que no estado em que estava, sem ter treinado devidamente, conseguia concluir a distancia mas não iria fazer a prova que gostaria de ter feito, e sentir o entusiasmo que devia ter sentido. E foi o que realmente aconteceu.

Anúncios

Um grande obrigado…

.. A todos os que vão de férias este mês

Uma grande parte da população “tuga” já se pôs a caminho de terras algarvias, numa tradição que muitos cumprem religiosamente todos os anos, com especial foco no mês de Agosto.

Mas não desanimem os que não vão de férias agora. Trabalhar durante o mês de Agosto na capital não é assim tão mau. Para mim, é, talvez o mês que menos me custa trabalhar.

Para quem se desloca em veículo próprio, deixa de assistir a horas de ponta na segunda circular, assim como em outros pontos problemáticos da capital.
Para quem anda de transportes públicos, apesar de passarem com menos frequência , oferecem um lugar sentado em vez de um pequeno metro quadrado em pé partilhado com mais 4pessoas.

O que se traduz num percurso tranquilo e mais rápido sem prejuízo dos níveis de stress.

Também a maioria dos postos de trabalho se tornam mais calmos por estes dias, com menos trabalho e menos gente “a chatear” .

E como os dias ainda são grandes e quentes (espera-se que sejam) quem sai do trabalho ainda consegue (se quiser) ir dar um mergulho na praia mesmo aqui ao lado. Porque não é preciso estar de férias para se aproveitar os pequenos prazeres da vida.

E é por isso que agradeço a todos os que neste mês abandonam a capital para irem de férias, deixando um sitio menos agitado para os que cá ficam.

Obrigado! 😀

Boas viagens e Boas férias!! (mesmo que não seja no Algarve)

E que comecem as festas de lisboa

Foram oficialmente iniciadas as festas de Lisboa no passado sábado.

wpid-cam04798.jpg

A abertura das festas estava marcada para as 22h em Belém,  que prometia um espectáculo de teatro e música acompanhado de Videomapping que fizesse jus às datas que se assinalam este ano.
Ora são 25 anos de Festas de Lisboa, 40 anos das independências das antigas colónias e comemora-se também este ano os 500 anos da construção da Torre de Belém.

wpid-cam04807.jpg

Pois bem, foi um espectáculo que não pode ser assistido pelas centenas de pessoas que se deslocaram aos jardins de Belém , atrevo-me mesmo a dizer que talvez só 1% dos que lá estiveram tiveram a oportunidade de ver. Isto porque o teatro foi interpretado no rio, junto á torre de Belém, impedido que quem tivesse nas segundas e terceiras filas – e já não falo dos de trás – visse o que quer que fosse, dado desnível, sem ser em bicos de pés ou através do telemóvel dos que se encontravam à frente

Continuar a ler

Segunda- Feira, como eu te adoro

Segunda Feira

Adoro..

Fonte: Pinterest

  

Aquela segunda-Feira depois de um fim-de-semana (sim porque existem aquelas segundas em que ou estamos de folga ou de férias).

Entrar as 9h da manhã e ter de apanhar trânsito na ida para o trabalho e na volta para casa.

Ter de ser forçada a fazer cálculos mentais para passar no meio dos carros. Apertar embraiagem soltar embraiagem, estar a atenta a possibilidade de aproximação de motão com mais experiência, deixar passar o motão para ele me abrir caminho, tentar ter a confiança para ir à mesma velocidade do motão para não o perder de vista. Travagem apertada, estar atenta aos condutores aos zigzags com telemóveis na mão. Subir mudanças, reduzir mudanças, prever mudanças de direção não sinalizadas e que os próprios condutores ainda não sabem que as vão fazer.

 

E é por tudo isto que eu adoro uma segunda feira nesta cidade cheia de gente.

O fabuloso desejo de Natal

image

O espetáculo multimédia voltou às fachadas do do arco da Rua Augusta, desta vez com o “Fabuloso desejo de Natal”, e nem a estátua equestre do Rei D. José l escapou ao espetáculo.

image

Com a participação de Fernando Alvim que dá corpo ao “Desejo” banda sonora a cargo de Boss AC e Francisco Rebelo.

O Belelinho afirma que não está tão bom como o “circo de luz” apresentado o ano passado. Eu não os comparo, gostei quer do espectáculo visual, quer da mensagem que tentaram transmitir. Pelo que recomendo.
O espetáculo têm a duração de cerca de 15 minutos, e ainda é possível assistir ao espectáculo que termina amanhã. O mesmo tem secções às 19h, 20h, 21h.
Arranjem uma horinha ao fim do dia e passem por lá. Aproveitem também para visitar o pequeno Mercado de Natal, antes ou depois do espectáculo , têm também uma pista de patinagem “no gelo”, um carrocel e um combóio de Natal para os mais pequenos, e julgo que o pai natal também anda por lá .

Meteu água

Pois é hoje meteu-se novamente água na capital.

Alguns minutos de chuva intensa que provocaram rios de agua espalhados por varias ruas da cidade.

Rua das Pretas _ Fonte: Sic Noticias / Foto por : Isabel Machado Brissos

Alcântara _ Fonte: Sic Noticias / Foto por: Carlos Gonçalves

Chelas _ Fonte: Sic Noticias / Foto por: Maria Santos

Rossio _ Fonte : TVI 24/Eu vi _ Foto por : Elton Cláudio Figueiral

Rossio _ Fonte : TVI 24/Eu vi _ Foto por : Elton Cláudio Figueiral

Alcântara _ Fonte : TVI 24/Eu vi _ Foto por : Hélder Abrantes

Alcântara _ Fonte : TVI 24/Eu vi _ Foto por : Hélder Abrantes

Uma das fotos mais belas que hoje vi,  mesmo não retratando um cenário simpático (porque inundações de nada tem de belo).

O pormenor, que quase parece propositado, de o senhor levar os seus sapatos na mão, torna-a, a meu ver simplesmente perfeita.

Fonte : facebook.com/FranciscoNogueira


 

 

Tendo em conta este cenário o melhor mesmo será a carris apostar neste modelo, que actualmente se encontra destinada exclusivamente para viagens turísticas.

Fonte : Hippotrip

 

Escadinhas & Subidas

A minha cidade – Lisboa – está cada vez mais cheia de treinos de corrida originais que convidam todos os que queiram a juntarem-se a eles.


 

Hoje vou falar de um treino que participei na terça. “Escadinhas & Subidas”, sendo o João Campos – autor do blog Porque a vida não é só corrida – a mente por trás deste treino.

O encontro estava marcado para as 20h na Estação de Santa Apolónia. 

Depois de todos reunidos e de ser tirada a foto da praxe, lá fomos nós – eu ainda meio sem noção do que me esperava.

Fonte: Facebook / Marco Borges Runners Photos

Subimos as escadinhas  do Beco do Hospital da Marinha,às quais se seguiram as escadas do Monte , Escadas de Damasceno Monteiro – onde o esforço nos últimos degraus foi compensado pela maravilhosa vista do miradouro da graça – , Caracol da Graça e Escadinhas do Bairro América.

Contas feitas por João Campos,  percorremos 9.800 metros, em cerca de 1h25, e no total foram subidos 1.612 degraus.sendo que nos era proposto que em cada lance de escadas fossem subido 2vezes, 

Adorei o treino, completamente diferente de todos os outros em que já participei, e apesar das dores  nas pernas no dia seguinte é um treino para repetir muitas e mais vezes.


 

O João Campos têm também um outro blog – corredor do bus – onde é apresentado um projecto, já em execução, onde se propõem correr todos os trajectos da redes de transportes público em todo mundo, sendo que de momento os percursos tem sido feitos pela rede de transportes da carris, em Lisboa.  Os dias e horas destes treinos deste projecto são apresentados no blog – corredor do bus–  e basta  ter condições físicas e robustez necessárias para participar no treino, coragem e aparecer.

 

84º Feira do livro de Lisboa

 

wpid-img_20140613_213541.jpg

Na passada Sexta feira, fomos visitar a feira do livro antes que a edição da mesma chegasse ao fim.

Desta visita por muitas “barraquinhas” de livros recebi do belelinho o livro ” A culpa é das Estrelas” de John Green , encontrei também o “The Beastly” de Alex Flinn que não resisti a comprar.

No dia Seguinte Voltamos e depois de comprar o livro ” Amor e Chocolate ” da Autora Dorothy Koomson, tive o prazer de conseguir que o mesmo fosse autografado por ela, que esteve presente na feira do livro.

Uma autora muito , mas mesmo muito, simpática.

 

 

wpid-img_20140613_233941.jpg

 

To sence – Lisboa

No sábado passado fomos até Alcântara, conhecer o To Sence – Lisboa, aproveitando um voucher com jantar para dois com tudo incluído.

Fomos muito bem recebidos e atendidos. 

Num ambiente calmo e com pouca luz, óptimo para jantares românticos. 

Foi nos servida uma entrada de pão com manteiga, azeite e azeitonas.

wpid-picsart_1402322881103.jpg

Para Beber um delicioso sumo de laranja natural que acompanhou um belo Prego em bolo de Caco  e….

umas maravilhosas lascas de batatas – que eu provei pela primeira vez e adorei.

 

Fonte : Facebook\ To Sence Lisboa

Segui-se a sobremesa, e não havendo já a possibilidade de escolhermos algo com gelado optamos, eu, por um crepe com nutela e o Belelinho por um cheesecake.  Com os cafés também incluidos, saimos deste espaço bastante satisfeito , e com a promessa e desejo de voltar.

 

Aprovado